Início > Tips & Tricks > Conselhos da Albal® para congelar e aumentar o período de conservação
print

Conselhos da Albal® para congelar e aumentar o período de conservação

Descubra também como descongelar e que alimentos não devem ser congelados

Sabia que o mais importante ao congelar é conservar a cadeia de frio? E que há alimentos, como os lácteos, que não se podem congelar? Um elemento essencial para uma boa congelação é usar um bom recipiente. Aqui encontrará as dicas para fazê-lo da forma mais adequada. Continue a ler!

21. Outubro 2020, 15:19 Uh

Em geral

Na hora de congelar, o mais importante é manter a cadeia de frio e uma temperatura homogénea para evitar a formação de cristais de gelo em redor dos alimentos. O ideal é congelar os alimentos rapidamente num saco de congelação da Albal®. As vantagens ao descongelar serão evidentes: o alimento mantém a sua consistência, perde menos humidade e conserva melhor os seus nutrientes, já que o principal constituinte dos alimentos é a água, na qual se dissolvem os sais, as proteínas, os hidratos de carbono, etc. Quando congelamos um alimento, a água nas áreas intercelulares é a primeira a congelar, pelo que, quando mais rápido for a congelação do produto, mais uniforme será a formação de cristais e menor a destruição das células.

Para uma boa congelação, os alimentos devem ser congelados em porções pequenas, de forma plana e o mais rapidamente possível. Os produtos da Albal® criam as melhores condições para a congelação já que não deixam passar vapor de água nem ar, além disso, são elásticos e têm uma superfície lisa, o que permite eliminar o excedente de ar. Nas etiquetas dos sacos de congelação da Albal® pode incluir informação sobre os alimentos e a data, o que é muito útil para gerir a descongelação posteriormente. Para obter os melhores resultados não se deve exceder a capacidade do congelador. Pode encontrar mais informações na placa de características ou no manual de instruções do seu eletrodoméstico.

Carne

Apesar de a carne estar congelada, é importante saber que a gordura reage com o oxigénio e que as bactérias podem voltar a acumular ao descongelar. O período de conservação depende, entre outras coisas, da quantidade de gordura ou do tamanho das porções.  Pode perfeitamente congelar salsichas, cruas ou cozidas, ou presunto em rodelas ou quadrados nos sacos de congelação da Albal®. O ideal é separar as porções individuais com papel vegetal entre uma e outra. Mais tarde, basta descongelar rapidamente o que necessita ou acrescentar diretamente do congelador a sopas, guisados ou pizas. As aves de capoeira e as peças grandes de carne devem ser descongeladas antes de cozinhar. Para permitir que a água da descongelação drene bem e de forma higiénica, utilize um escorredor no frigorífico.

Peixe

Para o peixe: quanto mais finas forem as postas, mais facilmente são congeladas num saco de congelação da Albal®. O peixe deve ser limpo e cortado antes de ser congelado. O peixe fresco mantém a sua frescura durante mais tempo no congelador se for mergulhado previamente em água com gelo, envolvido em película e, em seguida, num saco de congelação da Albal®. Relativamente ao peixe fumado e arenques que tenha congelado previamente, basta tirar do saco e deixar descongelar à temperatura ambiente.

Legumes

O tipo de legume e o tempo passado desde a sua colheita são importantes ao congelar legumes frescos. O tempo decorrido desde a colheita até à congelação em sacos da Albal® não deve ser muito longo. Escaldar ou não escaldar antes de congelar? Uma breve imersão em água a ferver seguida de água fria pode afetar a cor, o sabor e a qualidade dos legumes; além disso, é necessário adaptar depois os tempos indicados na receita, uma vez que o tempo de cozedura será mais curto. Também poupará tempo se congelar ervas aromáticas (sem caules) num saco Zipper® da Albal®. Para cozinhar, basta friccionar as ervas congeladas e utilizá-las diretamente do saco da Albal®.

Frutas

As frutas pequenas adoram o congelador. Por exemplo, sabia que as maçãs e as peras ficam excelentes quando congeladas cortadas em rodelas? Antes de as congelar num saco de congelação, pode escaldar brevemente estas frutas e secá-las bem, para evitar o gelo nas superfícies ao congelá-las. As frutas com muito suco congelam melhor em puré ou compota, deve começar por congelar as bagas separadas num tabuleiro, depois coloque-as num saco de congelação e, quando forem necessárias, pode utilizá-las congeladas para fazer compota, pudim ou molho.

Produtos no forno

Doce ou salgado, cortado ou inteiro. Quando congelamos e descongelamos produtos cozinhados no formo, tem de ter em conta algumas coisas. Os bolos com creme devem ser congelados primeiro em fatias e, depois, pode voltar a juntá-los. Podem congelar-se em sacos Ultra-Zip® da Albal®. As fatias de pão podem ser descongeladas de forma individual se as separar com papel vegetal antes da congelação. Relativamente à descongelação: pode retirar fatias de pão diretamente do congelador e colocá-las na torradeira. O pão e os bolos devem ser descongelados pouco tempo e, em seguida, aquecidos no forno durante cerca de 5 minutos para ficarem crocantes. A mistura para bolo ou a massa deve ser descongelada completamente à temperatura ambiente antes de utilizar.

Laticínios

Os laticínios gordos e muitos tipos de queijo são adequados para congelação. Quanto mais gordo for um laticínio, e menos humidade tiver um queijo, melhor será a sua congelação: as natas e o queijo mascarpone são bons exemplos. Por outro lado, o queijo creme, o queijo fresco e o queijo azul tendem a perder a consistência após a congelação. Se forem ralados previamente, os queijos duros, como o parmesão, podem ser congelados separados em porções. O queijo em fatias pode ser descongelado em porções individuais, caso tenha separado as fatias com papel vegetal da Albal® antes de o congelar.

Produtos que não deve congelar

Nem todos os produtos ficam bem ou melhoram quando os congela. Alguns alimentos não são adequados para congelar. Isto inclui produtos com um alto teor de água, como a alface, o melão, o pepino ou os tomates. As uvas também não são adequadas (ficam moles), nem as bananas com casca. Não se podem congelar ovos crus, uma vez que iriam estalar no congelador. No entanto, é possível congelar as claras e as gemas separadas. Os laticínios, como o leite, as natas azedas, as natas, o iogurte ou o requeijão devem ser consumidos frescos. A manteiga e o merengue também não são adequados para congelação.

Descongelação

Os alimentos devem ser descongelados o mais lentamente possível. A congelação impede o desenvolvimento de micro-organismos. Ao descongelar, os micro-organismos podem multiplicar-se enquanto aumenta a temperatura. Quanto mais suave for a descongelação, melhor, seja no frigorífico ou ao vapor. Existe um lugar ideal para descongelar cada produto. No frigorífico, a 5 °C, carnes, aves e pão. No forno entre os 20 °C e os 30 °C, os alimentos delicados como tartes de nata, costeletas e filetes. No micro-ondas, na posição de descongelação (ver instruções do fabricante), carne, aves de capoeira, produtos cozinhados no forno e fruta. Ao vapor a 50 °C, carne e laticínios. Os produtos pequenos podem ser descongelados mergulhados em água fria num saco hermético Ultra-Zip® da Albal®. Em primeiro lugar, retire todo o ar do saco e feche-o completamente. Ao descongelar carne, peixe e aves de capoeira, é importante eliminar imediatamente o líquido resultante da descongelação. Os alimentos descongelados, excetuando os alimentos já cozinhados, devem ser utilizados o mais brevemente possível e não deve voltar a congelá-los.

Produtos sugeridos

Isto também lhe poderá interessar

Todos nós conhecemos e adoramos a pizza congelada! Como basta colocá-la no forno e servir, ela torna-se numa verdadeira salvação para algumas das nossas noites de domingo.

O final do verão assinala o final da época da beringela, mas isso não significa que não possas continuar a fazer mussaca ou outras receitas deliciosas! Se congelares este legume corretamente, poderás continuar a usá-lo nos meses seguintes.